quarta-feira, 14 de dezembro de 2011


Dizem que imaginário é coisa de criança... que bom!!! Podemos crescer em maturidade, mas nunca podemos deixar que se perca a sensibilidade da criança que existe em nós. Mesmo tendo me tornado uma mulher, a menina aqui ainda se faz presente, mais viva do que nunca! Cá com meus pensamentos, num misto de angústia e paz, coragem e medo, sorriso e lágrima, minha alma inquieta-se com essa rotina e ponho a música pra tocar, decido viajar pra países distantes.  Sinto uma necessidade enorme de correr, meu corpo está aqui parado, mas minha alma neste exato momento corre para o infinito. A natureza agora me presenteia com sua beleza incomparável, com o doce aroma das flores, o farfalhar das folhas das árvores, o canto dos pássaros, trazendo consequentemente a paz ao meu coração. O tédio do cotidiano maltrata a alma, privando-a da serenidade necessária para o dia-a-dia e de ver a beleza no simples. Por isso, não tenho vergonha de dizer que uso do meu lado imaginário pra recuperar minhas energias e a tranquilidade que mereço. Chame a isso de bobagem, eu chamo de presença divina em cada detalhe.

Tainan



"Por que há alguns meses atrás me queixei de que não estava conectado com a Energia Divina? Que bobagem! Sempre estamos, é a rotina que não nos permite reconhecer isto."

(Paulo Coelho - O Aleph)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...